Notícias Saúde

Publicado em 5 de dezembro de 2018

0

Médicos cubanos começam a embarcar para Cuba

Os seis médicos cubanos que atuavam em Vargem Grande do Sul pelo Programa Mais Médicos começaram a retornar ao seu país de origem no último sábado, dia 24, devido ao encerramento do contrato do Programa Mais Médicos por parte do Governo Cubano com o Brasil. De acordo com o Departamento de Saúde, três médicos embarcaram no dia 24 e os outros três embarcam no dia 10 de dezembro, em voos marcados pela Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), mas a boa notícia é que está previsto para até o dia 12 de dezembro a chegada de outros seis novos médicos inscritos no Programa.

Os médicos cubanos Vida Lissette Garcia Hernandez, Milene Medina Gonzalez, Nemesis Fernandez Burgos, Yudmila Rosales Sanchez, Yosnel Alba Verdecia e Nancy Gabina Guzman Oliva, atendiam a população vargengrandense de segunda a quinta-feira nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) Dr. Benedito Martins (Santa Marta), Dr. Valério Sebastião Fernandes (Santo Expedito), Dr. Nabil Zarif (Santana e Santa Teresinha), Dr. Renato Jonas Milan (Centro), Edward Gabriolli (Vila Polar) e Dr. Lauro Corsi (Jardim Iracema).

O Departamento de Saúde estimou que eram atendidos por dia, por cada um dos oito médicos do Programa, cerca de 32 pacientes, sendo que dois deles são brasileiros e continuarão atuando na cidade. O Departamento informou ainda que o impacto da saída dos médicos é muito negativa, principalmente por não ter sido uma ação planejada, porém, o Departamento de Saúde informou na última sexta-feira, dia 30, que as seis vagas que estavam abertas para o município foram preenchidas. Quatro dos seis médicos inscritos no Programa já se apresentaram à cidade e devem começar até o dia 12 de dezembro.

O prefeito Amarildo Duzi Moraes agradeceu o trabalho dos médicos cubanos na cidade e lamentou a saída deles. “Nunca chegou a nós uma única reclamação sobre o atendimento de vocês, muito pelo contrário, eram somente elogios. Agradeço em nome de toda a população. Lamentamos a forma repentina como isso aconteceu e gostaríamos que vocês continuassem aqui. Vocês contribuíram de maneira significativa para a Saúde do nosso município e, para nós, o trabalho de vocês vai fazer muita falta”, reconheceu.

 

Balanço sobre novas vagas

 

O Ministério da Saúde informou na última quinta-feira, dia 29, que 98% das vagas do Programa Mais Médicos já foram preenchidas, com 33.542 inscritos com registro (CRM). Destes, 8.366 profissionais já foram destinados aos municípios para atuação imediata, sendo que dos oito mil, 53,3% escolheram cidades com maior vulnerabilidade. As inscrições seguem até o dia 7 de dezembro.

Ainda de acordo com o Ministério, cerca de 1.600 profissionais já se apresentaram nos municípios ou iniciaram suas atividades. A apresentação na cidade tem prazo para até o dia 14 de dezembro e a data para o começo de atuação no local deve ser definido pelo gestor da cidade.

 

O Programa

 

De acordo com o Ministério da Saúde, o Programa Mais Médicos ampliou à assistência na Atenção Básica e conta com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 Distritos Sanitário Especial Indígena (DSEIs), levando assistência para cerca de 63 milhões de brasileiros.

Os profissionais que atuam pelo Programa recebem bolsa-formação de cerca de R$ 11,8 mil e uma ajuda de custo inicial de R$ 10 a R$ 30 mil para deslocamento ao município de atuação. Além disso, todos têm moradia e alimentação custeadas pelas prefeituras.


Sobre o Autor



Back to Top ↑