Notícias Saúde

Publicado em 10 de outubro de 2018

0

SAÚDE REALIZARA COLETA DE PREVENTIVO E INTENSIFICA CAMPANHA CONTRA CÂNCER DE MAMA

A proposta da Campanha Outubro Rosa, desenvolvida pelo Ministério da Saúde é compartilhar informações sobre o câncer de mama promovendo a conscientização sobre as doenças, levando às mulheres ao auto exame e procura por atendimento.

O Departamento Municipal de Saúde também está envolvido no trabalho que visa a intensificação da conscientização das mulheres sobre o câncer de mama e outros neste mês de outubro. Além do ofertamento de informações através dos postos e utilizando vários meios, a Prefeitura estará realizando outras ações para saúde da mulher.

No dia 20/10/2018 no C.A.M. – Centro de Atendimento à Mulher “Ordália Duzi Moraes” e no dia 27/10/2018 nas unidades de saúde dos bairros Jardim Dolores, Jardim São José, Jardim Paulista, Jardim Santa Marta e Vila Santana, das 8h00 às 16h00; haverá coleta de preventivos. O Papanicolau ou preventivo como é chamado, é um exame muito importante, que tem o objetivo de fazer o diagnóstico precoce das lesões precursoras do câncer do colo do útero. Ele deve ser realizado por todas as mulheres sexualmente ativas ou não, uma vez ao ano. Esta Campanha de coleta gratuita no CAM e nos postos, visa alcançar o maior número de mulheres possível.

Mais uma vez a diretora voltou a destacar a importância do Outubro Rosa, do auto exame e da participação das mulheres na coleta de preventivo que vai acontecer neste mês. “Quanto antes o problema foi descoberto, mais chances de tratamento e cura.”

A maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres a partir da observação e a autopalpação das mamas sempre que se sentir confortável para tal (no banho, no momento da troca de roupa ou em outra situação do cotidiano), sem necessidade de uma técnica específica de autoexame.

Principais sinais e sintomas:

  • Nódulo (caroço), fixo e geralmente indolor: é a principal manifestação da doença, estando presente em cerca de 90% dos casos quando o câncer é percebido pela própria mulher.
  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja.
  • Alterações no bico do peito (mamilo).
  • Pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço.
  • Saída de líquido anormal das mamas.

 

A detecção precoce aumenta as chances de tratamento e cura, e também pode ser feita pela mamografia, quando realizada em mulheres sem sinais e sintomas da doença.

A recomendação da Sociedade Brasileira de Medicina é que as mulheres façam a mamografia a partir dos 40 anos de idade, segundo normas da OMS (Organização Mundial da Saúde) seguidas pelo Ministério da Saúde à faixa dos 50 aos 69 anos é definida como público prioritário para a realização do exame preventivo.

A diretora de Saúde, Maria Helena Zan, também abordou a questão da mamografia no município. Segundo a diretora, o município já realizou cerca de 450 exames com compra de 100 exames pelo município e a luta pelos encaminhamentos para os AMEs – Ambulatórios de Especialidades Médicas, das cidades de Casa Branca e São João. “A demanda para este exame é grande e o SUS oferece pouquíssimos e estamos buscando viabilizar recursos para atender toda a demanda acumulada o mais rápido possível”, destacou. A diretora afirmou que foi solicitada a abertura de processo licitatório para aquisição de mamografias. “Assim esperamos suprir as necessidades do município e atender às mulheres que precisam deste exame”, disse.

 

 


Sobre o Autor



Back to Top ↑